Com o objetivo de conhecer as instalações da Trifil e os números gerados a partir dos empregos diretos para Itabuna, que possam justificar a isenção de IPTU para a indústria, o vice-presidente da ACI, Eduardo Carqueija Júnior, esteve realizando uma visita institucional a indústria, nesta quarta-feira, 20, juntamente com o presidente da CDL, Carlos Leahy, o presidente do Sindicom, Rolemberg Macedo, representantes do Movimento Empresarial Sul da Bahia em Ação (MESB), Élio Nascimento e Edmar Margoto e a vereadora de Itabuna, Charliane Sousa.

A visita acontece após uma audiência pública realizada na semana passada, pela Câmara de Vereadores que discutiu a isenção do IPTU para as indústrias instaladas no pólo Industrial do município. A ACI, representada pelo vice-presidente, manifestou favorável ao projeto, justificando pelo retorno que essas unidades dão à cidade.

“A ACI acredita que ação poderá favorecer um aumento nos números de empregos diretos; massa de salários expressiva; contratação de serviços de outras empresas da cidade (Ex: fretes, segurança, terceirizados, entre outros); manutenção de creche na empresa; e qualificação de mão de obra”, relatou Júnior.

Durante o encontro com o diretor da unidade da Trifil, Carlos Alberto Mazeu, foram apresentados os dados da empresa sobre empregos diretos, faturamento, ações sociais e planos. “O diretor ficou muito feliz em participar as ações que têm realizado. Destacou que essa unidade é de importância estratégica para o grupo Lupo e eles vão realizar muitos investimentos nela”, declarou Carqueija.

Ainda na reunião, a vereadora Charliane convidou o diretor Carlos Alberto para apresentar a atual situação da empresa, as ações realizadas e os projetos para o futuro da unidade em Itabuna na Câmara Municipal de Vereadores. Ele disse também que participará dos encontros que serão promovidos pela ACI, principalmente aos temas ligados às indústrias.

No final da visita, os representantes das entidades conheceram a creche, a escola técnica e a escola de costura. Todas as instalações mantidas pela Trifil, no interior da empresa.

Durante uma reunião na última sexta-feira, 15, na sede da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), representantes da entidade e da Cia Júnior - Empresa Júnior de Consultoria da Uesc, formalizaram um Termo de Parceria que vai facilitar o acesso das empresas associadas a uma consultoria empresarial de qualidade nas áreas de estruturação organizacional e financeira, planejamento estratégico, pesquisa de mercado e plano de negócios.

A ideia da parceria, segundo o diretor presidente da Cia Júnior, Pedro Vilanova, visa o “desenvolvimento da economia de Itabuna, através da prestação dos serviços, com valores abaixo do mercado e com oportunidade de descontos para a classe associada”.

O vice-presidente da ACI, Eduardo Carqueija Júnior destacou a importância da parceria na preparação dos jovens estudantes para o mercado de trabalho, além de oportunizar que eles possam colocar em prática os aprendizados desenvolvidos na universidade.

“Para os empresários o retorno também é muito positivo, já que é possível obter uma consultoria de elevada qualidade com um custo bastante acessível. E, com esta parceria, condições especiais, inclusive para os associados da ACI, todas as partes vão ganhar e a nossa expectativa é de que muitos projetos possam ser alavancados a partir desta iniciativa”.

O diretor das Lojas Buriti, Mauro Ribeiro, empresa que foi contemplada com os serviços da Cia Júnior, destacou o papel fundamental da consultoria na organização das atividades de gestão do próprio negócio. Segundo Mauro, a parceria representa um fator social importante para os dois lados.

“A parceria é um importante fator social. Tem um custo bem mais baixo do que os que são praticados no mercado. Além disso, têm professores bastante capacitados que fazem a orientação desses alunos no trabalho de consultoria às empresas”, declarou Mauro.

Empresa

A Cia Júnior possui 22 anos de atuação no mercado e é formada por discentes dos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Economia da Universidade Estadual de Santa Cruz – Uesc. O objetivo da empresa é prestar serviços e soluções empresariais de qualidade e excelência para a região de Ilhéus e Itabuna.

 

Entidade aproveita encontro e solicita atenção também para os empreendedores do município

Texto: Nancy Macedo

A Câmara Municipal de Vereadores de Itabuna promoveu nesta quinta-feira, 14, uma audiência pública para discutir a isenção do IPTU para as indústrias instaladas no pólo Industrial do município, a fim de, ouvir empresários, comerciantes, técnicos e dirigentes de entidades representativas da sociedade para colaborarem com o tema. A Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, representada pelo vice-presidente, Eduardo Carqueija Júnior, manifestou favorável ao projeto, justificando pelo retorno que essas unidades dão à cidade.

A ACI acredita que ação poderá favorecer um aumento nos números de empregos diretos; massa de salários expressiva; contratação de serviços de outras empresas da cidade (Ex: fretes, segurança, terceirizados, entre outros); manutenção de creche na empresa; e qualificação de mão de obra. “Apresentamos alguns números das atividades econômicas de Itabuna e reivindicamos aos vereadores a extensão do benefício para outras indústrias de menor porte. Citamos com o exemplo as indústrias: Laticínios Boa Hora; Varascha e Vésper que não usufruem de nenhuma isenção ou benefício público e não contam sequer com um acesso decente para suas instalações”, declarou Júnior.

O projeto que foi elaborado e apresentado pelo Executivo Municipal tem como requisitos para a isenção, como prova de regularidade fiscal e previdenciária, dentre outros: o quantitativo mínimo de quinhentos funcionários por empresa e novas contratações de funcionários, com aumento de 20% por ano. O presidente da CDL de Itabuna, Carlos Leahy, e o diretor do SINDICOM, José Adauto, reforçaram a posição da ACI mostrando que as entidades estão em comum acordo, quando o assunto é o desenvolvimento comercial do município.

A relatora da Comissão de Finanças, Orçamento e Tributos, vereadora Charliane Sousa, destacou a importância do projeto para o município, bem como, a participação das entidades para construção do embasamento na emissão do parecer do projeto: “Solicitei tal audiência para que as entidades desse segmento tão importante fossem ouvidas. É salutar essa construção coletiva, pois nos dará também um suporte para conclusão do relatório”, destacou a vereadora.

Os vereadores que estiveram na audiência, se comprometeram em analisar as solicitações da ACI, entendendo serem justas as demandas.  Ao final, a entidade aproveitou, para solicitar, aos edis, uma atenção especial para os empreendedores do município, sejam empresários locais ou de outras regiões que investem na cidade, pois são todos geradores de empregos e renda.

 

 

Parceria ACI e UESC

Nesta quinta-feira 07, a Associação Comercial e Empresarial de Itabuna firmou um termo de cooperação com a Cia Júnior da Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC, representadas pela aluna Lívia – do curso de Engenharia Mecânica e Pedro - CIA Júnior.


O termo consiste em estreitar os laços entre as empresas que fazem parte da Cia Júnior e a ACI, com a finalidade de acompanhar as empresas que farão parte do Programa Empreender. O projeto está sendo coordenado pela ACI, em parceria com Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia – Faceb e o Sebrae.


A parceria espera levar uma maior compreensão sobre métodos de gestão, automação, atendimento e marketing dentre outras áreas para o público empresarial de nossa cidade.

Nosso muito obrigado à imprensa local

 

Itabuna, 1º de março de 2019                                                     Ofício nº 02/2019                                                  

 

À Imprensa,

 

 

A Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI, vem a público agradecer a imprensa local e regional (sites, blogs, televisão, rádio e jornal impresso) pela ampla divulgação do Programa Empreender, que teve o seu lançamento oficial no dia 27 de fevereiro, em Itabuna.

Acreditamos na força dos veículos de comunicação, que tem o poder de difundir as ações positivas para a cidade, a exemplo do Empreender, que vai oferecer ao empresário, uma consultoria gratuita sobre como melhorar a gestão do seu negócio, a partir de ações específicas voltadas para cada segmento de mercado.

Por fim, reiteramos o nosso compromisso em contribuir para o desenvolvimento da economia de Itabuna.

 

 

Atenciosamente,

Eduardo Carqueija Júnior

Vice-Presidente da ACI

Projeto retorna à Itabuna para capacitar profissionais e desenvolver o comércio

 
Texto: Nancy Macedo


A Associação Comercial e Empresarial de Itabuna reuniu na noite desta quarta-feira, 27, no auditório do Hospital de Olhos, micro e pequenos empresários dos ramos de hotelaria, salão de beleza, panificadora, oficina mecânica e mercados para o lançamento oficial do Programa Empreender que visa fomentar e desenvolver os pequenos negócios do município, a fim de, torná-los competitivos, unindo profissionais do mesmo setor.

O economista e especialista em varejo e cultura da cooperação, Adriano Câmera, destacou o tema: Associativismo de Impacto: O Empreender reorientando empresários, e pontuou cenários atuais e futuros, além de destacar a importância da união entre empresários do mesmo seguimento. “O programa retorna para Itabuna para desenvolver a economia dela no chamado núcleos setoriais, para buscar soluções de problemas apontados pelos próprios empresários. É uma nova forma de estar promovendo o associativismo, a quebra do isolamento empresarial e o aumento da competitividade da micro e pequena empresa’, destacou.

Para microempresária, Jocimara Santos, proprietária de um salão de beleza, o Projeto já iniciou desmistificando um conceito que ela tinha desde o início do seu negócio: “Eu sempre vi os profissionais do mesmo setor como meus concorrentes, mas agora olhando pela ótica apresentada, se estivermos unidos, teremos a possibilidade de crescer e melhorar as nossas empresas. Já estou na expectativa de começar o projeto, na prática, e poder aplicar tudo que for passado. Eu acredito que essa junção dos profissionais irá alavancar os setores e profissionalizar ainda mais o segmento”, disse.

Esse é o mesmo pensamento do empresário, Newton Isozaki, que atua no segmento de máquinas agrícolas e industriais. “Essas ações nos fortalecem como entidade, fortalece o município e nos fortalece como empresários também. Esse projeto chega para mudar o município, injetar um novo ânimo na cidade, que é referência no comércio no interior da Bahia. Com este projeto, os empresários, do mesmo setor, terão condições de discutir soluções para as dificuldades comuns, e juntos resolver problemas que há muito tempo os aflige, e isso é muito importante, ” celebrou.

O programa permite ao empresário uma consultoria gratuita sobre como melhorar a gestão do seu negócio, a partir de ações específicas voltadas para cada segmento de mercado, na cidade ele será acompanhado pelo consultor Valdemir Souza. E está sendo desenvolvido em parceria com a Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia – Faceb e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae.

O vice-presidente da ACI, Eduardo Carqueija Júnior informou que o lançamento do Empreender já mostra o sucesso que ele será para a região. “Esse primeiro momento já mostrou para os empresários que, apesar de concorrentes, há muitos pontos que os unem, então o resultado de hoje, nos deixou bastante satisfeitos e temos a certeza que o Programa será um sucesso”, concluiu.

 

 

 

 

 

 

As inscrições gratuitas estão sendo feitas pelo telefone: (73) 3613-1171 ou pessoalmente na sede da Associação Comercial

Facilitar a relação empresário-fornecedor, melhorar a qualidade da empresa, incentivar o treinamento entre os colaboradores, além de gerar mais empregos e um aumento na renda das micro e pequenas empresas. Essas são as vantagens do Programa Empreender, que será lançado pela Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI, na próxima quarta-feira, 27, às 19 horas, no auditório do Hospital de Olhos Beira Rio.

O programa permite ao empresário uma consultoria gratuita sobre como melhorar a gestão do seu negócio, a partir de ações específicas voltadas para cada segmento de mercado. O projeto tem a parceria com a Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia – Faceb e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae, que através de uma metodologia específica, visa discutir as dificuldades das empresas do mesmo segmento e buscar soluções.

Essas e outras ações serão discutidas na palestra de lançamento do programa, com o economista e especialista em varejo e cultura da cooperação, Adriano Câmera, que vai abordar o tema “Associativismo de Impacto: O Empreender reorientando empresários”, com os seguintes aspectos: Cenários atuais e futuros; O consumidor no controle; O Empreender como estratégia de competitividade para as micro e pequenas empresas. 

O vice-presidente da ACI, Eduardo Carqueija Júnior destaca a importância do Empreender para os empresários de Itabuna, no sentido de contribuir para a busca de soluções em conjunto. “Através dos núcleos, as empresas têm acesso à informação, atuam lado a lado de seus concorrentes, num ambiente favorável ao crescimento, trocam ideias, realizam compras em conjunto e promovem uma série de ações que comprovam a importância de atuar no meio associativista”, declarou Carqueija.

Ainda participam do programa, os municípios de Seabra, Feira de Santana, Camaçari, Vitória da conquista, Alagoinhas, Ribeira do Pombal, Lauro de Freitas, Amargosa e Santo Antônio de Jesus. As inscrições em Itabuna estão sendo feitas pelo telefone: (73) 3613-1171 ou presencialmente na sede da ACI, rua Osvaldo Cruz, nº 56, 9º andar do Edifício União Comercial, centro.

Os projetos de desenvolvimento sustentável pensados pelo grupo de empresários voluntários da ONG Sul da Bahia em Ação, têm se destacado, entre os setores públicos, privados e da sociedade civil da região, como modelos de gestão consciente para os municípios, despertando interesse também de lideranças de outras localidades.

Na quarta edição do encontro promovido pela organização Sul da Bahia Global, realizado no último mês, em Ilhéus, a entidade foi convidada a apresentar para as lideranças locais suas principais frentes de trabalho como casos de sucesso. Como em outros eventos realizados em instituições públicas e privadas, suas ações nas áreas de educação, capital humano, saúde, ciência e tecnologia, infra-estrutura, sustentabilidade e segurança, foram destacadas como exemplos de boas práticas para a transformação das cidades da região.

 


Para além da região

O projeto de desenvolvimento sustentável “Onde você mora?”, criado inicialmente para ser aplicado no bairro Santo Antônio de Itabuna, foi destaque na apresentação.  O coordenador da entidade, Ronaldo Abude, foi incentivado a levar a experiência para empresários e prefeituras de outras cidades que não fazem parte do sul da Bahia, como Vitória da Conquista. O projeto, concebido em parceria com a empresa de arquitetura Mobili, propõe a revitalização dos principais espaços públicos do bairro, considerando questões como mobilidade, sustentabilidade e qualidade de vida.

O coordenador também foi motivado a levar para outras regiões a ideia do aplicativo Sul da Bahia em Dados, um guia gratuito e completo de consulta sobre os principais indicadores da região.

Para Abude, “dividir as ideias do Sul da Bahia em Ação, ampliam o diálogo para a construção de governos mais eficientes, empresas mais engajadas e cidadãos mais conscientes”.

As ações e projetos da entidade estão disponíveis para consulta no site http://suldabahiaemacao.org. br/.

 

FUNDADA EM 14 DE JUNHO DE 1908
Rua Osvaldo Cruz, nº 56
Edf. União Comercial, 9º andar
45600-040 - Itabuna - BA
Fone:(73) 3613 - 1171
Fax:(73) 3613 - 1190
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Desenvolvido por: 

Assine

Nome:

Invalid Input

Email:(*)

Invalid Input